Inscrições Abertas Graduação Pós-Graduação

Você está: Home >> NOTÍCIAS

 

Aos meus alunos,

 

Quero lhes dizer algumas palavras, tomadas da minha experiência de vida. Todos nós construímos nossas experiências, e nenhuma é melhor do que a nossa. Sei que a experiência de cada um de vocês será melhor do que a minha ou de qualquer outro, simplesmente porque ela é de vocês, construída com alegrias e dores, sonhos e desilusões, que somente a gente entende. Entretanto gostaria de compartilhar alguma coisa que possam refletir sobre ela. É sobre o Amor... sobre o amor a uma profissão.


Parece uma coisa simples, mas é tão complicada que muitos andam à procura e não a encontram. Há um tanto de gente desiludida com a profissão, mesmo as que são mais bem remuneradas.


Acontece que, ao escolher a profissão, não nos consultamos para saber aquilo que alegra a nossa alma. Ao invés disso, consultamos o mercado, o “deus mercado”, para saber as possibilidades de ganho financeiro. Daí, tudo fica complicado, porque, ao abraçarmos uma profissão, pegamos um pacote de coisas de que gostamos e não gostamos. Então é preciso que neste pacote existam em grande quantidade coisas de que gostamos, para justificar poucas coisas que não gostamos. Só a nossa alma tem a resposta!


Ora, seria bom que soubéssemos de antemão o que existe nesse pacote. Temos prazo de alguns anos, durante a graduação, para tomarmos conhecimento de um pouco do conteúdo, mas tomar conhecimento não é o mesmo que vivenciar. Mas a escola oferece pouca vivência dos conteúdos profissionais, não é mesmo? Assim, é fundamental, durante a graduação, fazer um estágio em uma empresa ou repartição pública que atua na área que escolhemos, e fazer que esse estágio seja mesmo profissional-acadêmico, e não apenas ficar tirando cópias para o chefe. E também aproveitar os raros trabalhos práticos e trabalhos de campo, para avaliarmos o nosso grau de prazer dessa vivência.


Porém amar uma profissão não é coisa que acontece da noite para o dia, pode levar anos. Assim como amar realmente uma pessoa leva anos: no princípio, é só paixão, que se desvanece com os anos, com os atritos, com as adversidades. O amor, se realmente for Amor com A maiúsculo, funciona ao contrário: ele cresce com os anos, com os atritos, com as adversidades. É difícil fazer que ocorra assim, é preciso ter paciência, tolerância, perdão e não ficar com expectativas, porque as expectativas geralmente trazem frustração. Ao invés de esperar, criar expectativas, se doe; quando se doa, recebe-se de volta. Quanto mais você se doar a uma profissão, mais vai amá-la!

Você está apaixonado pela profissão que escolheu? Se não estiver, não é problema. Um dia poderá amá-la. Mas é uma coisa maravilhosa, quando o amor começa com a Paixão para se transformar em Amor. Desejo-lhes isto na profissão que escolheram... e também na vida.

 

Faculdade Finom
Colégio Soma
Prouni
Fies
Baixar arquivos