Teatro de bonecos encanta alunos do Colégio Soma

A palavra "teatro" deriva dos verbos gregos "ver, enxergar", lugar de ver, ver o mundo, se ver no mundo, se perceber, perceber o outro e a sua relação com o outro. Dessa forma, de acordo com a visão pedagógica, o teatro tem a função de mostrar o comportamento social e moral, através do aprendizado de valores e no bom relacionamento com as pessoas.

Encantamento, medo, alegria e suspense foi o que a Companhia de teatro “Los Titiriteros”, do Rio de Janeiro, proporcionou aos alunos da Educação Infantil ao 5º Ano do Ensino Fundamental I, no dia 4 de outubro, com a apresentação da peça teatral “O Pastorzinho e o Lobo” cujos personagens, bonecos de tamanhos, formas e estilos variados ,interagiam com as crianças o tempo todo.

O espetáculo, baseado na clássica fábula de Esopo, aconteceu na quadra do Colégio e conta a história de Pedro, o jovem pastor de ovelhas que morava nas montanhas. Depois de ficar muitos dias sozinho cuidando das ovelhas, Pedro teve a ideia de inventar que tinha um lobo atacando os animais para que as pessoas do povoado pudessem ir à montanha e pôr fim a sua solidão. Sua primeira tentativa não deu certo e o povo foi até lá para ajudá-lo, mas decepcionados, descobriram que era tudo mentira. Isso aconteceu algumas vezes, até que um dia surgiu um lobo de verdade e ninguém apareceu para ajudá-lo. O lobo devorou todo o rebanho. E Pedro aprendeu a lição: decidiu não mais mentir .
Ao final do espetáculo, alguns alunos tentaram bater no lobo na tentativa de vingarem pela maldade que ele fez com as ovelhas. Porém, o sábio vovô contador de histórias apareceu e sugeriu que o tratassem com amor. Então o lobo passou a gostar das crianças, que até o abraçaram e beijaram.

Porém, o grande ensinamento que foi passado às crianças com essa fábula é que devemos falar sempre a verdade, por pior que ela seja, pois a mentira só traz más consequências.

Ao final, para reviver os momentos da peça, as crianças receberam o livrinho com a história.